Friday, August 22, 2008

eu adorava jogar minesweeper

, aquele jogo dos computadores das minas, em que se clica primeiro aleatoriamente e, se não se morrer entretanto, deduz-se onde poderão estar escondidas outras minas malditas assassinas. gostava mesmo. a ideia era o domínio do terreno. eu gosto disso.

há um senhor de que gosto muito, e para o qual estou a tender progressivamente com a idade. é meio embaraçante. não é o rei roberto carlos, que as senhoras todas amam e que eu comecei por detestar, hoje naturalmente menos, que sou um bocadinho senhora.
o senhor a que me refiro tem muita pinta. sempre o achei meio asqueroso, mas ando a engolir todos esses pensamentos inconsequentes. ele aparecia em filmes pirosos que a rtp passava tarde, um herói chunga, mas daqueles que o filme apresenta imediatamente como herói. um pouco como o charles bronson ou outros que tais. filmes com planos que o olham de baixo para cima, nada de muito sofisticado, tudo de muito irritante.
só que eu não sabia que ele era um herói fora do ecrã.

depois, vi um filme de 73 do peckinpah chamado pat garret and billy the kid. uma cowboyada lenta, muito cool, onde entra também o dylan e a banda sonora é também dele.
mais tarde, tropecei no alice já não mora aqui e ele entrava. e era o herói.
entretanto, eu ouvia obcessivamente os albuns do cash, e ele entrava num deles e cantava com ele. ele é músico country, o que para mim tem um valor grande.
no ciclo dos road movies da cinemateca, lá estava ela a guiar um camião no convoy, um outro filme do peckinpah.
há pouco tempo, li o livrinho daquele sublime best of do cohen, em que ele mesmo comenta qualquer coisa a propósito de todas as músicas. e, no bird on a wire, refere que este senhor quer pôr na sua lápide uns versos da grande canção. o cohen conhece-o e parece que gosta dele.
há poucos dias atrás, descobri que é autor do me and bobby mcgee, uma oldie but goldie do meu coração. é tão linda, tão linda, sobre um amigo que cantava blues e que um dia desapareceu à procura do seu lugar. enfim...

o kris kristofferson tem muita pinta, mesmo tão piroso e com aquela cara...
eu gosto muito muito dele. agora, só falta conseguir ouvir country.
http://myplay.com/files/video_stills/kriskristofferson_oldroad48.jpg

2 comentários:

Maria João August 23, 2008 at 7:10 AM  

Pinta tens tu Pico e muita!

maedoskiduxos September 22, 2008 at 6:16 AM  

Este senhor é um SENHOR!

  © Blogger template 'Isolation' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP