Friday, January 25, 2008

A Sopa de Lentilhas


Tinha prometido à Pat já há algum tempo que deixaria aqui a receita da minha sopa de lentilhas. Aproveito o fim da semana para fazer um post sobre isso.
O meu interesse por sopa de lentilhas nasceu com uma recente visita ao um supermercado Indiano no Martim Moniz. A dona do supermercado é muito simpática e deu-me umas indicações de como fazer sopa com aquelas lentilhas já descascadas (vermelhas e brancas) acrescentando tomate e espinafres.

Depois de várias experiências e variações, e depois de ter encontrado aqui esta óptima receita, cheguei a uma fórmula (que terá sempre variações) que funciona muito bem para o meu paladar. Não dou indicações precisas de quantidades porque faço tudo um pouco a olho, mas fica aqui a ideia base.

é preciso:

Lentilhas : as lentilhas brancas, ou vermelhas ou amarelas, que são pequeninas e com aspecto descascado, têm a vantagem de cozer depressa e portanto em 20 minutos temos uma sopa pronta. As outras demoram um pouco mais, mas na realidade as lentilhas verdes são as mais saborosas. Uma boa ideia é misturar diferentes tipos de lentilhas.

Cebola ou alho francês: Eu sou uma grande fã de alho francês e acabo muitas vezes por substituir a cebola por este vegetal (gosto muito, uso um inteiro às rodelas). Mas na verdade é uma questão de opção pessoal e por vezes até uso os dois.

Alho: uns dois dentes ou mais. A ideia desta sopa é que quanto mais sabor tiver melhor.

Lata de tomate em pedaços: Comecei por fazer a sopa com tomate fresco, mas sejamos francos, o tomate fresco muitas vezes não sabe a nada. O tomate de lata funciona muitíssimo melhor nesta receita.

Batata: Esta foi uma descoberta simpática. Eu não gosto muito de espinafres porque deixam a sopa com um sabor um pouco pesado. As batatas, pelo contrário funcionam muito bem e contrastam com o picante da sopa.

Courgette: Este ingrediente foi acrescentado por mim, ou não fosse este um vegetal constante no meu frigorífico. Funciona bem, corto em pedacinho pequeninos e relativamente finos, enriquece a sopa, mas não altera o sabor.

A ideia é pôr o refogado a refogar, acrescentar as lentilhas, acrescentar água, acrescentar o tomate, acrescentar a courgette. Quando faltam 10 minutos para a sopa estar pronta acrescentar cubos pequenos de batata. Entretanto vai-se acrescentando especiarias...

Especiarias: OK, aqui vale um pouco tudo. Essencial, essencial é o piri-piri seco, desfeito. Dois piri-piris, pelo menos. Mas depende dos gostos. Quem tiver acesso a caril tailandês ou outro tipo de caril em pasta pode optar por isso. Depois é um pouco de tudo, um pouco de caril em pó, gengibre em pó, pimenta preta, nós moscada... Por vezes uso gengibre fresco e aqui na Suíça já consegui encontrar erva-príncipe fresca (lemon-grass) e ficou muito bom. Acho que é mais ou menos isso, depende do que tenho disponível.

Para terminar: serve-se nos pratos e põem-se coentros picados e sumo de lima em cima.

Muito bom, muito fácil, muito picante :)

(PS - o site Design Sponge tem esta secção de receitas de que gosto bastante. Já experimentei esta e esta. E acho que este fim-de-semana vou experimentar esta. Eu sou terrível para fazer doces de qualquer tipo; gosto pouco e tenho preguiça. Mas bolinhos de chocolate e coco que não precisam de ir ao forno? Tenho que experimentar :)

(PS2 - A única razão pela qual ando a escrever tanto é que passo 9 horas fechada numa biblioteca suíça sem falar com ninguém.. algures tenho que manter a sanidade)

(A foto não tem nada a ver, é só para ilustrar o post ;)

3 comentários:

fili January 25, 2008 at 9:58 AM  

estou a babar-me, espero que estejas feliz, pá! :DDDDD

Ju January 25, 2008 at 10:31 AM  

:) Tendo em conta que fico horas fechada na biblioteca sem falar com ninguem, e que durmo muito pouco para o meu gosto, e que tenho um trabalho longuissimo e chatissimo pela frente... tendo em conta isso, acho que estou feliz, sim.

patrícia January 28, 2008 at 4:03 AM  

ai ju caramba já sei o que vou fazer para o jantar!!tão boooooom!

  © Blogger template 'Isolation' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP