Friday, October 24, 2008

estou a chegar ao meio da viagem e, como já me disseram, a partir do meio começa o caminho para fora.
desta vez, é tudo mais sério, mais real.
há dois anos, foi brutal mas sempre envolvida por aquela película que me prendia ainda mais a mim mesma, aos meus atrofios. foi duro mas tão bonito, estava a descobrir as coisas por mim, como reagia, o que realmente importava e importa, um crescimento tardio à força.
agora, mais segura e definida e em realização, a paisagem é diferente. não a paisagem geográfica, que é bonita e viva - os taxis amarelos e o chrysler building para mim são tão bonitos e fazem tanto sentido, tranquilizam-me, apetece ficar a olhar, contemplação também. estou a pensar mais na paisagem real da minha vida portuguesa. da movimentação das minhas pessoas que vivem coisas tão importantes. a fifi é mãe há um ano, a babs anda muito muito cansadinha, o marquinho em tratamento, a xaninha a recuperar do susto, a pat vai defender a tese de mestrado, a lia trabalha imenso, é uma super-mãe e consegue estar lá para mim, a martinha sista a dar um outro rumo tão lindo à vida, a leote a atacar a vida como os leões, a juss casada e tão tão ocupada, o fitz a casar-se, o oscarzinho, que guarda o forte onde moro, sinto-lhe a falta todos os dias, a susana vai saltar para fora e só faz é bem (mas n consigo pensar nisso sem ter lágrimas nos olhos), todos todos têm a vida mudada desde que saí. mas todos. só não falo de mais gente pq é chato.
e eu aqui, a viver e a compôr a minha própria geografia. não me consigo sentir longe de ninguém e ainda bem. mas acho que nunca tinha vivido nada assim, com tanta movimentação tactónica adulta. a adolescência ficou realmente para trás.

1 comentários:

Catarina November 1, 2008 at 5:04 AM  

beijos amore mio...muitos parabéns!

  © Blogger template 'Isolation' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP