Saturday, January 24, 2009

http://pavans.net/Musee/Wyeth_wind_from_the_sea.jpg

foi-me dito que o andrew wyeth, o pintor destes quadros, morreu este mês.
os mergulhos para dentro de água são tão bons quanto os mergulhos para dentro de todo o tipo de representações, words included. estou viciada em construir em espiral uma história, um contexto, um pormenor, a vida toda, à volta de cada retrato. em espiral porque é concêntrico o ponto de partida e é dele de ontem tudo vem e pode vir com muita força e a ideia fura para cima mas à volta dele. eu tenho uma entrada à qual se liga naturalmente a imagem o som a palavra mas a imagem acima de tudo, mas é só porque sou muito preguiçosa. eu sei que é assim com toda a gente.

http://www.jssgallery.org/Other_Artists/Andrew_Wyeth/wyeth.jpg

e não tem só a ver com aquele prazer super básico e essencial de sentir o vento dentro de casa e alguma melancolia ao olhar lá para fora e perceber o caminho, ou relembrar a solidãozinha dramática numa imagem que por ser só espaço tem o tempo todo lá implicado, o interior pelo exterior.

mas o mais forte, o que hoje é o mais forte, num sábado de manhã com uma luz forte, com a secretária de frente para a janela que me mostra um caminho perpendicular e sem água, o mais forte é a cara do responsável por tudo isto:

http://www.jimgrahamphotography.com/photos/pj_portraits/Andrew%20Wyeth.jpg

3 comentários:

Ju January 24, 2009 at 3:57 PM  

Gosto muito do primeiro quadro.. :)

MeriRosy January 28, 2009 at 5:47 AM  

é o zé joaquim?

fili January 29, 2009 at 4:45 AM  

parece o tio tó benfo franco!!

  © Blogger template 'Isolation' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP