Wednesday, October 10, 2007

ontem à noite, recebi um sms de uma irmã que dizia ter acabado de ver no vh1 5 videoclips do suede, a banda por que me apaixonei no liceu, quando vivíamos num subúrbio que eu amo chamado queluz.
eu tenho 3 irmãos mais novos, sempre dormi no mesmo quarto com a catarina (já disse isto, bem sei). a minha adolescência, tal como a minha infância, foi muito feliz. e a coisa da música, que sempre tanto bombou, foi vivida intensamente por mim mesma e, por contiguidade proximidade e necessidade, pela catarina e pelos outros 4. os suede foram uma descoberta pessoal, um amor forte que passou mas, como todos os amores, ainda estão dentro de nós a habitar alegre e silenciosamente o espaço que sempre terão porque é deles. eu não conhecia o bowie, sem ser os êxitos meio decrépitos do final dos 80's. o bowie é que é. mas gostei muito de ver um homem a cantar desesperado, deixar-se de merdas e ir aos agudos sem pudor. era muito feminino, aceitava-o e cantava-o. depois, era o piano e a distorção pseudo-rebelde e a fazer disso o pano de fundo de poemas mmm.... menos bons. aquilo era uma sinfonia bem bonita aos ouvidos de uma menina da linha de sintra que usava botas de biqueira de aço (mas que sempre gostou da harmonia) e que sabia que o futuro é que era, é que havia de ser. a britpop veio por arrasto.
ouço o so young hoje e fico toda arrepiada. é link directo a uma certa meninice, mas é muito mais a descoberta da música por mim mesma, de uma liberdade muito adolescente mas muito muito linda.
a catarina enviou-me a mensagem a falar disso mesmo.
irmãos é que é, porra.

4 comentários:

Maria João October 10, 2007 at 4:56 AM  

Lindo!!!!

Ana Rute Cavaco October 10, 2007 at 5:57 AM  

:)

Catarina October 11, 2007 at 3:35 AM  

Were so young and so gone, lets chase the dragon, oh!!!!

Para sempre aqui dentro... ;-)

Tiago Cavaco October 17, 2007 at 2:12 PM  

Eu ouvi Suede por tua causa, xunga.

  © Blogger template 'Isolation' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP